X-Men Extra Nº103 (Julho/2010)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Avaliação - X-Men Extra Nº102 (Julho/2010)

0% 0% 
[ 0 ]
100% 100% 
[ 2 ]
0% 0% 
[ 0 ]
0% 0% 
[ 0 ]
0% 0% 
[ 0 ]
0% 0% 
[ 0 ]
0% 0% 
[ 0 ]
 
Total dos votos : 2

X-Men Extra Nº103 (Julho/2010)

Mensagem  leonardobento em Qui Jul 29 2010, 16:41



Conflyto está com a messias mutante, a criança chamada Esperança, e Cable e a X-Force agora precisam resgatá-la a todo custo. Nesse momento desesperador, surge um inesperado aliado. Deadpool e Bob, o agente da Hidra (se lembram dele?) contra o Tubarão-Tigre e o reencontro com um velho amigo: o Mercenário! E mesmo com Madrox no futuro, a X-Factor consegue mais pistas sobre quem está por trás dos estranhos atentados a ex-mutantes. Os Novos Mutantes lutam contra Legião no plano físico e no mental! (X-Force 15, Cable 15; New Mutants 3; X-Factor 43; Deadpool 7 e 10) Revista mensal, formato americano, 148 páginas, papel Pisa-brite, R$ 14,90, distribuição nacional.

Preview:

Spoiler:



































_________________
Jean Grey: You would die for them?
Wolverine: No, not for them. For you. For you.
avatar
leonardobento
Diretor do Instituto
Diretor do Instituto

Mensagens : 2423
Data de inscrição : 21/10/2009
Idade : 29

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: X-Men Extra Nº103 (Julho/2010)

Mensagem  leonardobento em Qui Jul 29 2010, 16:48

Guerra Messiânica: o roteiro está com muita enrolação... espero que Apocalipse tenha papel importante na conclusão da saga.

Deadpool: a primeira história foi a mais engraçada do título até agora. A segunda foi mediana.

X-Factor: O beijo de Jaime e Layla foi sensacional. Essa coisa de Córtex que começa agora será muito importante até o fim desse "arco". A volta de Shatterstar promete muito. X-Factor continua o melhor título da revista.

Novos Mutantes: Gosto dos desenhos do Neves e adoro Novos Mutantes, apesar de o Wells não ser lá essas coisas. Só acho que Novos Mutantes está adiantado demais e vão ter de esperar antes do próximo arco, que começa na edição 6 e é ligado a um cross.

Voto em Muito Boa, porque Deadpool não foi tão ruim.

_________________
Jean Grey: You would die for them?
Wolverine: No, not for them. For you. For you.
avatar
leonardobento
Diretor do Instituto
Diretor do Instituto

Mensagens : 2423
Data de inscrição : 21/10/2009
Idade : 29

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: X-Men Extra Nº103 (Julho/2010)

Mensagem  leonardobento em Dom Ago 08 2010, 17:11

Marvel 616 escreveu:

Novos Mutantes: Um corpo de mil e uma... personalidades

Após o desaparecimento de Shan Coy Manh (vulgo Karma) e Danielle Moonstar em Westcliffe, Colorado, seus velhos colegas dos tempos dos Novos Mutantes (tirando, claro, aqueles que estão mortos, no espaço ou devorando seus pais e asas de anjos) partiram em seu resgate. De cara, Shan foi localizada. Em dois lugares diferentes. Ao mesmo tempo.

Enquanto Mancha Solar e Míssil localizam o corpo inconsciente da jovem vietnamita nos fundos de um bar, Magma e Magia encontram a mente de Shan na casa dos pais da pequena Marci, uma menina possivelmente mutante e desaparecida. O problema é que a mente dela está presa no corpo do mutante Legião, junto com a mente de Marci... e com muitas outras mentes. E nem todas são bem intencionadas..



Karma entrou nessa bagunça quando tentou rastrear a consciência de Marci; agora, as duas fogem, levando consigo uma boneca. A Nova Mutante percebe que é a boneca que as personalidades descontroladas de Legião querem. Enquanto tenta deter as personalidades maléficas no plano mental, ela pede aos seus amigos que localizem Dani e a protejam.



Mas há um problema: a mãe de Marci acredita que Legião é sua filha com poderes de transformação, e não quer que o rapaz seja levado para Emma Frost, que poderia resolver o problema. Já o pai da menina acredita que sua filha não existe mais e não há nada que possa ser feito.

Enquanto a discussão acontece, Marci realmente deixa de existir, e a boneca cai no controle das várias personalidades de David Haller, que começam a lutar pela posse da boneca... e do corpo, controlado pela personalidade que tiver a boneca. Illyana e Amara são apenas nocauteadas, mas os pais de Marci não têm a mesma sorte.



No bar, Samuel e Roberto descobrem que Moonstar foi colocada na cadeia pela população, com medo que houvesse outro incidente como o de Cooperstown (lembra? lembra?). Sem tempo pra encarar a polícia, os dois partem na esperança de chegar à amiga antes de Legião.

Legião – controlado pela personalidade de Jack Wayne – chega à cela de Danielle primeiro, onde a moça está furiosa. Mas Míssil e Mancha Solar não estão tão atrasados assim, e levam o descontrolado mutante para longe antes que ele matasse Dani. Ou que ela desse uma surra nele (eu disse que ela estava furiosa!). Dani pede pra sair da cela, mas Sam decide deixá-la ali, para sua própria segurança (o que só deixa ela ainda mais furiosa!).



Seja como for, as personalidades do Legião continuam trocando a posse da boneca e do corpo – e cada vez que uma personalidade assume o comando, os poderes do jovem mudam, tornando-o um oponente imprevisível! De três personalidades, os Novos Mutantes descobrem que ele agora tem possivelmente milhares delas, desde quando Bishop o feriu (...Era do Apocalipse?).



Em certo momento, uma das personalidades, um menino de aparência incomum e se dizendo bonzinho, pede para parar a luta, aparentemente não tendo poderes. Mas isso é só porque os poderes dele não se manifestam necessariamente no local da luta, e sim criando uma réplica dentro da cela de Moonstar. Ela é salva a tempo por Magia e Magma, mas quando os rapazes chegam, mostra toda sua “gratidão” ao Sam por tê-la deixado ali (eu já disse que ela estava furiosa?).



Uma colega resgatada, mas outra ainda está em perigo. A equipe decide pensar se volta à ação, traça um plano ou chama os X-Men (embora eles mesmos sejam X-Men). Danielle, impulsiva, não pensa duas vezes antes de se armar até os dentes e decidir partir pra cima do Legião. Mas Illyana é ainda mais impulsiva: ela vai até o corpo de Karma e deixa sua mente ser absorvida. Instantes antes, seus colegas a avisam que ela não deve agredir as personalidades de Haller, pois o dano poderia matar Legião – e, com ele, Shan e Illyana também.



Jack Wayne lidera algumas personalidades para “recepcionarem” Magia. Ela exige que lhe entreguem sua amiga, mas Wayne revela que ouviu quando Illyana foi alertada para não atacá-los. Pena... para eles. Porque ela não está nem aí pras ordens...



Fernando Saker

*Sim, o título foi inspirado na campanha publicitária do Bombril. Minha criatividade já viu dias melhores...


_________________
Jean Grey: You would die for them?
Wolverine: No, not for them. For you. For you.
avatar
leonardobento
Diretor do Instituto
Diretor do Instituto

Mensagens : 2423
Data de inscrição : 21/10/2009
Idade : 29

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: X-Men Extra Nº103 (Julho/2010)

Mensagem  leonardobento em Sex Ago 13 2010, 17:50

Marvel 616 escreveu:

Guerra Messiânica: Legado



A associação entre Bishop e Conflyto, que resultou na derrota do todo poderoso Apocalipse, não podia ter resultado mais grave. Com Apache e Esperança aprisionados pelo clone de Cable, Bishop finalmente vê a chance de assassinar a messias mutante. E falha. Do lado de fora da cidadela, a desfalcada X-Force (já que o Arcanjo encontra o moribundo Apocalipse em uma caverna isolada), junto com Cable e Deadpool, luta desesperadamente para salvar seu amigo e a menina, esperando que Conflyto não descubra o que ela é. Tarde demais. As ações de Bishop acabaram revelam tudo ao poderoso mutante, e agora a pequena Esperança pensa estar frente a frente com seu pai, Nathan. A Guerra Messiânica continua em X-Men Extra 103.

Conflyto observa Esperança, e identificando uma inocência há muito perdida por ele graças a Apocalipse, tem certeza que, por isso, ela logo morrerá, pois é fraca. Ainda sem saber o motivo da importância da criança, já que não detecta traços mutantes em seu corpo, ouve um enfurecido Apache, que se livra de suas amarras e o ataca. Por alguns momentos até parece que conseguirá imobilizar o vilão, mas é apenas questão de momentos até que o ataque seja neutralizado.

Excitado com a novidade ainda misteriosa, antes que descubra qualquer coisa Conflyto cai inconsciente por um ataque de Bishop, que agora se volta para a menina.



Enquanto do lado de fora o tempo restante à X-Force chega perto do fim, Warren luta em vão contra a influência de seu lado sombrio. Urgindo pela morte de Apocalipse, o Arcanjo da morte toma conta de seu corpo e vai atrás do mutante milenar.



Conflyto volta a dar trabalho a Bishop, e analisa toda a situação para sair vitorioso. Ao mesmo tempo, Esperança tenta reanimar Apache, volta à ser ameaçada por Bishop, e acaba salva pelo clone de seu pai indiretamente, quando este imobiliza o em uma esfera telecinética. Admirando a ousadia do ex-X-Man em querer mesmo assassinar a menina, e desmantelando seu braço mecânico, fonte de energia e de seu dispositivo de deslocamento temporal, Conflyto está prestes a matá-lo.

Do lado de fora, Dominó reconhece o centro da cidade com a nave que já foi de Apocalipse, e mesmo de Cable. Mais insano do que nunca, Deadpool finalmente revela que Conflyto está em sua mente. E já que vê tudo o que o mercenário-tagarela-quase-zumbi vê, sabe bem qual o plano de ação da X-Force.



Conflyto, com Hope no colo, e Bishop e Apache aos seus pés e inconscientes, reconsidera que matar Cable pode sim ser algo prazeroso. Fala isso ao mesmo tempo em que Nathan adentra sua sala do trono para reaver sua filha, e usa o que lhe resta de algum poder sobre-humano para dar a chance da menina escapar das garras de seu clone.

A autoconfiança de Conflyto, contudo, faz com que creia que seu “irmão” foi até ali sozinho. E quando se preparava para dar o golpe derradeiro em Cable, é pego de surpresa em um violento ataque de Wolverine, seguido por um toque mortal de Elixir.



Mas ele resiste, obriga Elixir a curá-lo, reconhecendo o poder que o garoto possui. Afirmando que é o senhor daquele mundo, Conflyto promete fazer todos ali sofrerem.

No covil de Apocalipse, totalmente tomado pela morte, Warren diz a seu mestre que ele não é mais forte, e por isso deve morrer. En Sabah Nur, então, diz que o Arcanjo faça aquilo para o que foi criado. Mas o lado humano dele prevalece no último segundo, ele resiste e apenas entrega algumas penas metálicas nas mãos do mutante milenar, dando-lhe as costas.

Nesse momento Apocalipse reconhece que ele não é mais seu cavaleiro da morte, mas que ao poupar sua vida (e, sem perceber, restaurando parte de sua energia ao permitir-lhe contato com a tecnologia de suas asas, fazendo aquilo para o que foi criado), os dois agora perseguirão um inimigo comum: Conflyto.



Tendo lido a mente menos protegida dali, a de Elixir, Conflyto agora sabe os motivos de todos ali. E sabe que só a menina importa como verdadeiro alvo.

Já dentro da cidadela, o quarteto liderado por Dominó se depara com a pessoa que impede que seus dispositivos cronais funcionem corretamente. Uma mulher idosa, aparentemente inconsciente, atada por cabos e fios a uma máquina. E X-23 diz que ela é um deles.



É Kiden Nixon, de NYX, amiga de Laura, manipuladora do tempo controlada por Conflyto há muito tempo, mantida em estado semi-consciente. Enquanto discutem o que fazer para se salvarem sem machucá-la, a visão da perseguição à esperança entra na mente da velha mutante e de Deadpool.

Usando seus dons telepáticos para confundi-la, logo Conflyto chega à menina, dizendo que percebeu que Cable a ensinou a lutar, mas não falou nada sobre o que mais ela poderia fazer.

Com suas últimas forças Cable vai atrás dos dois, com o pouco de energia que lhe resta, mas logo é interrompido por Bishop, que o tem sob a mira de uma arma. Alvejado, vê a situação piorar quando Wolverine recobra parte da consciência, mas como um animal que ataca a primeira coisa que vê: ele.

Bishop logo chega a Conflyto, tentando convencê-lo sem sucesso que a menina precisa ser morta. O clone de Nathan recusa isso, dizendo que tem planos para Esperança.

Do lado de fora, Warren carrega Apocalipse relutantemente para a cidadela, fazendo isso apenas para salvar seus amigos e a si mesmo. O mutante imortal logo se conecta às fontes de energia do local, rapidamente abandonando a frágil forma em que se encontrava ao acessas sua própria tecnologia, o que faz com que Warren questione se não cometeu um erro.



De volta ao que resta da X-Force e Deadpool, todos tentam contornar a idéia de Vanisher de assassinar Kiden, mesmo que ele apele para o fato de que ou ela é assassinada, ou todos ali morrem. Deadpool tem mais um mini-surto e diz que vai resolver tudo sozinho, deixando a sala.

Nos subterrâneos da cidadela, Conflyto está prestes a sobrecarregar o corpo de Bishop quando o debilitado Cable se aproxima, desviando-se o necessário para soltar o animalesco Wolverine sobre o “irmão”. O ataque é complementado por Bishop, o que produz a distração perfeita para que o mutante traidor seja alvejado por Nathan.



Lutando contra o próprio corpo, Cable vê seu clone mais uma vez se superar, literalmente usando Wolverine como arma.

O caminho está livre para Conflyto destravar tudo que impede os poderes de Esperança de serem totalmente liberados. Porém, Deadpool parece ser um louco de palavra. Surge com uma arma que deixaria seu criador Rob Liefeld orgulhoso, derrubando Conflyto no fosso.

Conseguindo fazer piada mesmo em um momento como esse, como era de se esperar, por alguns momentos todos criam que finalmente haviam resolvido aquele problema.

Mas Conflyto ressurge, literalmente parte Deadpool ao meio (e ainda assim ele não para de fazer piadas), deixando a impressão de que todas as cartas já foram jogadas.



Na sala cronal, uma decisão precisa ser tomada pelo que resta da X-Force. Restam poucos segundos no contador, até que ele chega no zero. O tempo acabou.

João

_________________
Jean Grey: You would die for them?
Wolverine: No, not for them. For you. For you.
avatar
leonardobento
Diretor do Instituto
Diretor do Instituto

Mensagens : 2423
Data de inscrição : 21/10/2009
Idade : 29

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: X-Men Extra Nº103 (Julho/2010)

Mensagem  Joao Roberto da Costa em Sab Ago 14 2010, 15:00

Guerra Messianica tem sido razoavel, nada de espantoso embora este mês tenha ficado um pouco mais interessante.
Deadpool: A primeira história foi ruim demais, a segundo foi menos ruim, mas ainda está longe de ser bom.
X-factor: Muito bom, roteiro inteligente bem trabalhado arte competente, prende o leitor do começo ao fim.
Novos Mutantes: Para mim tem sido uma grata surpresa, haja vista que não sou muito fã do Zeb Wells, mas confesso que em Novos Mutantes ele está mandando muito bem, tanto que tem sido a minha serie preferida nos ultimos meses.
avatar
Joao Roberto da Costa
X-Men
X-Men

Mensagens : 225
Data de inscrição : 16/01/2010
Idade : 43
Localização : Douradina

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: X-Men Extra Nº103 (Julho/2010)

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum