X-Men Extra Nº100 (Abril/2010)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Avaliação - X-Men Extra - Nº 100

0% 0% 
[ 0 ]
100% 100% 
[ 2 ]
0% 0% 
[ 0 ]
0% 0% 
[ 0 ]
0% 0% 
[ 0 ]
0% 0% 
[ 0 ]
0% 0% 
[ 0 ]
 
Total dos votos : 2

X-Men Extra Nº100 (Abril/2010)

Mensagem  leonardobento em Seg Abr 26 2010, 16:05

Sinopse: No meio das estepes russas, o jovem Peter Rasputin se torna um alvo da KGB quando descobre que tem poderes e faz parte da nova realidade mundial: os Homo superior. Conheça em detalhes a origem de Colossus! Bobby Drake, o Homem de Gelo, encara Mística. Enquanto isso, os mutantes ainda procuram o seu novo papel na sociedade em sua nova base, São Francisco.
(X-Men Origins: Colossus, X-Men: Manifest Destiny 1 a 5)
Revista mensal, formato americano, 100 páginas, papel Pisa-brite, R$ 7,95, distribuição nacional



Preview:

Spoiler:

























_________________
Jean Grey: You would die for them?
Wolverine: No, not for them. For you. For you.
avatar
leonardobento
Diretor do Instituto
Diretor do Instituto

Mensagens : 2423
Data de inscrição : 21/10/2009
Idade : 29

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: X-Men Extra Nº100 (Abril/2010)

Mensagem  leonardobento em Ter Abr 27 2010, 16:57

Origem de Colossus: A melhor história entre todas as de Origins. Muito legal a relação especial que o Colossus tem com a irmã e a manifestação de seus poderes.

Noturno: Não gostei dos desenhos, mas temos aqui o Noturno reclamando que é dispensável. Isso também é abordado em um especial de Destino Manifesto só dele. Não sei se sairá no Brasil. Outro ponto da história é a saudade que ele tem da Kitty.

Colossus: Até que os desenhos do Ramos não incomodaram muito. Mais um que sente a falta de Kitty é Colossus, então todos tentam animá-lo de alguma forma. Muito legal o final com a "Kitty".

Avalanche: Excelentes desenhos. Não gostei da prensa que os X-Men deram no Avalanche. A X-Force agiria assim, mas Colossus e Noturno não.

HdG: O Bobby é um dos personagens principais que não tá sendo explorado na nova fase dos X-Men; por isso esses cinco capítulos de Destino Manifesto. A Opal tá sumida há tempos (desde Ícones, né?), eu nem sabia que eles poderiam estar juntos ainda - e era armação da Mística; logo, o Bobby foi trouxa. Adoro o relacionamento entre ele e Raven - quero que isso seja explorado novamente. Ele é o mais descolado, divertido, infantil; ela é sedutora e perigosa. Podia ter sido em quatro partes, já que a quarta só serviu mesmo pra Mística saber o paradeiro dos X-Men. Gostei do final - o Bobby deu uma grande lição na Mística - e olha que ela já tinha se ferrado muito, pois conseguiu sobreviver à caçada do Logan (arco de Wolverine). Ela é tão louca que quer fazê-lo amá-la a qualquer custo. Que pena que esse plot não foi explorado em
Spoiler:
Utopia.

_________________
Jean Grey: You would die for them?
Wolverine: No, not for them. For you. For you.
avatar
leonardobento
Diretor do Instituto
Diretor do Instituto

Mensagens : 2423
Data de inscrição : 21/10/2009
Idade : 29

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: X-Men Extra Nº100 (Abril/2010)

Mensagem  leonardobento em Qui Maio 20 2010, 19:52

Marvel 616 escreveu:

X-Men - Destino Manifesto: Ecos do passado no caminho pro futuro



A série de histórias especiais da fase Destino Manifesto continua em X-Men Extra 100, mostrando como diferentes mutantes encaram a nova fase de sua vida, com os X-Men assumindo nova postura no seu novo lar, em São Francisco. Confira.

Desabafo
(Escrita por James Asmus e desenhada por Takeshi Miyazama)

Numa versão menos sofisticada da Sala de Perigo, Noturno enfrenta Apocalipse em uma simulação, mesmo sabendo se tratar de um inimigo poderoso demais para ele vencer. Mas precisa tentar. Kurt conta que não tem sido muito útil para a equipe ultimamente, por não estar no auge de sua forma e por se distrair facilmente.



Por conta disso, encerra sem vitória o cenário contra Apocalipse e ordena ao computador que rode o próximo, onde enfrenta Dentes-de-Sabre. O mutante alemão confessa estar evitando situações onde pare para pensar, pois sempre que o faz se lembra de Kitty. Aí está o problema. É isto que o impede de se concentrar e ser útil. O holograma de Victor Creed também leva vantagem e Noturno encerra esta outra simulação, pedindo à sala que o surpreenda com a próxima.

E ela o faz, trazendo uma versão gigante do Dr. Destino. Kurt sabe que precisa se recompor, mesmo acreditando que os X-Men não precisem desesperadamente dele, já que a Fada se mostrou uma teleportadora mais poderosa e, com poucos alunos, não é sempre que atua como professor. Ele fracassa contra mais um cenário, e conclui que não dá mais para se distrair tanto, já passou dos limites. Seu verdadeiro problema não pode ser resolvido com socos e pontapés.

Nisso, Kurt se teleporta para a sala de controle e aciona um novo holograma. A forma holográfica de Kitty Pryde o cumprimenta. Emocionado, ele a abraça, se desculpa por não estar presente para salvá-la de seu trágico destino e diz sentir saudades. O chamando de elfo, ela diz também sentir falta dele.



Descontente
(Escrita por Chris Yost e desenhada por Humberto Ramos)

Esta história começa com um diálogo entre Noturno e Wolverine, onde Kurt fala sobre a rotina do amigo Colossus desde que se mudou para São Francisco: acordar antes do amanhecer, fazer diversos exercícios, fazer o que pedem como dar aulas, levantar coisas pesadas, o de sempre. Além disso, não tem pintado. Mesmo que Tempestade encomende telas semanalmente, todas elas estão em branco. Logan decide que é hora de agir.



Na cozinha das Indústrias Graymalkin, Piotr é subitamente atacado pelo Pedreira, que arrebenta a mão no golpe. Colossus não se abala nem perde a tranquilidade, enquanto Santo tenta justificar o ato dizendo que o odeia, de um jeito desajeitado que deixa a cena bem divertida (aliás, como é bom ver o jovem mutante novamente nas mãos de Chris Yost). Logo depois, Vacarro relata o ocorrido a Noturno e Wolverine, que “encomendaram” a briga e sai irritado. Logan diz a Kurt que só pensou em “briga de bar” como forma de alegrar o amigo, apesar de que, se soubesse como animar alguém, seria ele mesmo um cara feliz, conclui. Mas Kurt decide que devem continuar tentando.

A partir daí, seguem cenas curtas muito divertidas, mostrando tais tentativas, que vão desde infames saídas em grupo ao descarrilamento de um bonde causado por X23 por ordem de Wolverine, que termina com nosso herói russo salvando os passageiros; e ainda passa por sugestões impróprias do Homem de Gelo e uma tentativa dos alunos de apresentarem o Twitter a Piotr, que não dá certo já que ele “não estava fazendo nada” no momento.



Depois de tudo isto, Logan se irrita, dizendo ao Colossus que todos sabem do que houve com Kitty e que ele não foi o único que a perdeu. Mas que, se for para ele simplesmente deitar e morrer, que o faça logo, pois sua atitude faz com que seus colegas também se sintam mal. Todos sabem tudo de ruim por que passou, mas ele deve encontrar algo novo e recomeçar, como Ciclope fez ao levar os mutantes a São Francisco. Wolverine termina dirigindo um soco ao amigo e ordenando que ele faça alguma coisa. O russo bloqueia o golpe e diz que, se pudesse se animar, já o teria feito, e pede que parem de tentar ajudá-lo. Kurt decide respeitá-lo e dar um tempo ao amigo, mas Logan ainda pretende descobrir do que ele precisa.

Em outro momento, Piotr senta-se sozinho num banco de um parque da cidade, quando uma menininha se aproxima pedindo que ele a ajude a salvar Kitty, sua gatinha, presa no topo de uma árvore. Embora atordoado por um momento, o mutante diz à menina que acredita que nada o deixaria mais feliz. Nesta cena sutil e bonita, a excelente história se encerra.



Nick’s
(Escrita por Frank Tieri e desenhada por Ben Oliver)

Num bar de São Francisco, um fiel cliente pergunta ao proprietário Nick qual é o seu segredo, já que faz o melhor Bloddy Mary da cidade. Os dois continuam uma conversa casual, até que o barman vê no jornal lido por seu cliente a notícia de que os X-Men estão de mudança para lá. Nisso, ele pede licença e sai do local, correndo para casa. Mas, ao chegar, já é tarde demais, como percebe ao descobrir Colossus bloqueando sua porta. Acontece que Nick é Dominic Petros, o Avalanche.



Imediatamente, Noturno e Fera entram em cena, mas Dominic consegue ludibriar os três X-Men e corre para a saída, onde Wolverine o aguarda, fechando a porta e indo ao que interessa. Ao contrário do que faria nos velhos tempos, Logan fala com a boca e não com as garras. O baixinho explica que sabe que o antigo vilão anda levando uma vida honesta como dono de bar naquela cidade, mas isso não desfaz tudo que ele fez antes. Só que agora, justamente por serem novos tempos, com novas regras e poucos mutantes no mundo, Avalanche será deixado em paz pelos heróis, desde que não faça nada errado. Mas o canadense deixa claro que, se ele vestir sua fantasia ridícula de novo e voltar à ativa, os X-Men irão a seu bar e tomarão mais que uns Bloddy Marys.

Daí, Wolverine se desculpa pela bagunça que fizeram e os heróis partem. Descontente, Dominic apenas xinga os X-Men e a história chega ao fim.



Por enquanto, é só. O que fica é a torcida para que o resto dos especiais seja publicado por aqui com regularidade maior que seus antecessores da série Divididos Lutaremos, já que a qualidade do material só parece aumentar. A edição 100 de X-Men Extra ainda conta com uma história em formato um pouco diferente, porém também parte de Destino Manifesto, estrelada pelo Homem de Gelo, da qual volto aqui para falar em breve. Até lá.

Léo

_________________
Jean Grey: You would die for them?
Wolverine: No, not for them. For you. For you.
avatar
leonardobento
Diretor do Instituto
Diretor do Instituto

Mensagens : 2423
Data de inscrição : 21/10/2009
Idade : 29

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: X-Men Extra Nº100 (Abril/2010)

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum